Este pêlo branco

Aqui, nesta montanha batem os primeiros matinais raios de sol e quando este desce e se apresenta o luar tem-se a sensação de que nada se apresentou diferente do que já foi, do que é ou que poderá vir a ser. Não espere nada, nem deslumbramento nem desilusão, não é essa a brancura que se pretende.
Anseie o nulo para que atinja o supremo início do tudo de novo.
Muito gosto,
Cabra Branca.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Aposiopese


Procuro, sempre foi assim, um jogo. Procuro e tu foges-me. Procuro o único, único igual a únicos que se igualam a nós. Sei, existem tantos outros iguais, sei que existem. Mas a quem procuro, a raiva de não (v)ter volve-se num egoísmo. Dou, dou num vago vaguear, um pensamento de além, daquele lugar que irei alcançar, onde vazios de amor se encontram, sim, os únicos, naquele lugar, onde a água que passa por baixo da ponte beija-lhe seus pilares, onde a busca utópica, não me faz rendição. Mas não, não me renda a apatia de uma vida quase feliz. Não, não me atento por não ter tentado. Único pensar, certeza de tantos iguais a mim, a nós.

E UM DIA, no meio desses, dos que existem, tenho a certeza que existem, gritarei gritos mudos, gritos únicos para ti. E me driás onde te beijo, onde te abraço, onde te cuido. Reconheces-me mesmo sem reticências, exponho-me sem parênteses que te escrevo e sem virgulas componho sobre muitos únicos iguais a nós.


8 comentários:

  1. Tantos recados "escondidos" (mas propositadamente com o rabo de fora)...

    Cruzo aqui, e acolá num triângulo(?) que não me parece (geometricamente) correcto...

    Se eu vos apreendo, outros também o conseguem fazer. Eu sei que ninguém mó pediu, mas deixo um conselho de quem já passou por isso e o sofreu na pele: não misturem os Mundos, se o que sentem um pelo outro é real, e sobretudo, mantenham isso resguardado dos olhos do Mundo, pois só ambos diz respeito.

    Deixo um beijo e um ombro amigo, caso alguém precise!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Star, aqui nada há a esconder, é o que é,um post, sem cruzamentos, rotundas ou estradas sem semáforos intermitentes. Rabos? Triângulos? só os que ensino, onde o escaleno é o preferencial. Apreender ou prender-mo-nos a ideias pré-concebidas? Este é mais um mundo, onde todos nos movimentamos, ao sabor do apetecer, e com o devido respeito a que cada qual assiste. Quanto ao resguardo só os dos colchões, aqui é publico, so lê quem quer, so gosta quem quer, juízos de valor não fazem parte de meus dedos.

      Obrigada pelo ombro, prefiro-te simples, e que continues a ler a Cabra Branca, Bianca.

      Beijo cor-de-rosa

      Eliminar
  2. Procurar
    Encontrar
    Investir
    ...
    Renovar
    ...
    Recomeçar
    ...

    Beijos em Fuga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fugas, escolho o investir! :)
      Beijo renovado

      Eliminar
  3. Eu se fugisse era com vergonha de não saber o que quer dizer "aposiopese".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rafas, eu também não sei! Gostei das letras da palavra.

      Beijo-te

      Eliminar
  4. Aposiopese significa reticências!

    Leio e lerei Bianca, pois como sabes adoro este espaço e a sua autora. E por isso mesmo é que me permiti um reparo mais pessoal. Há traumas e desgostos que dificilmente esquecemos...

    Beijo simples no teu pêlo macio

    ResponderEliminar
  5. Cabra Bianca por estas linhas te faço questão de ler, diria mesmo que são algumas letras que aqui colocas que me fazem pensar que a serem escritas o podiam ser por mim, mas, se são recados, se são gritos, se são frustrações, que o sejam, mas, que o sejam com tudo a que se tem direito.
    Assim seja com uma linha recta que se envolve nos cantos redondos de um triângulo.

    Por aqui e por ali te beijo com olhos de ler.

    O gajo que anda sempre descalço.

    ResponderEliminar