Este pêlo branco

Aqui, nesta montanha batem os primeiros matinais raios de sol e quando este desce e se apresenta o luar tem-se a sensação de que nada se apresentou diferente do que já foi, do que é ou que poderá vir a ser. Não espere nada, nem deslumbramento nem desilusão, não é essa a brancura que se pretende.
Anseie o nulo para que atinja o supremo início do tudo de novo.
Muito gosto,
Cabra Branca.

quinta-feira, 31 de maio de 2012

sem "R"

Maio já não o tem e o cheiro da sardinha ainda não se impõe.
Sem "R" chega ela, boa e linda, a sardinha. A C@bra ama-a! Tem-na como amante numa qualquer esplanada de praia, sendo que, se dedicará a ela, só a ela.

O calor, a areia da praia e o mar, o mar... levam-me a virar costas a este pasto dos dias ventosos de outono, dos de arrepio de inverno e aos coloridos da primavera.
O meu verão chegou.
Com sorriso aberto vou-me a ele, a um verão meigo, vou-me a ela, a uma sardinha apetecível.

Voltarei, quem sabe num mês com "R", até lá deixo um beijo a todos os meus leitores e este bom som, a vós:

 
Excelente Verão

quarta-feira, 30 de maio de 2012

limões e limonadas

"Passam os dias, os anos, crescemos sem pedir, amadurecemos como limões agarrados ao limoeiro, carregados de palavras e ações azedas. Já não era aquela e tu o aquele e mais ninguém chegou para nos apanhar à árvore, haviam demasiados limões e só no verão se fazem limonadas.
Vieram invernos, ficámos verdes pelo frio e amarelecemos à luz dos seguintes verões. Quero-te, sabes que sim, vamos fazer limonadas.
Sei... 
apesar do calor, ainda não é verão!" 

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Pintou!

esta foto é retirada da net
the winner is,
COM A FOTO NÚMERO 19
 Parabéns!
Parabéns a todos os participante e o meu muito obrigada

que este desafio sirva de inspiração a outros bloguers
c@bra


domingo, 27 de maio de 2012

Deixa-me dizer

que agora é assim. Pode parecer que é triste ou desesperante, mas aqui até nem é o caso é sim ... contagiante!
Abracinhos, deixa te dizer;

sexta-feira, 25 de maio de 2012

O que o amor não é...




"(...) O amor não é aquilo que te deixa maluco, te fazendo provar várias posições na cama,
Isso é insónia.




O amor não é o que o homem faz na cama e leva a mulher à loucura,
O nome disso é esquecer a toalha molhada.


Amor não é aquilo que, quando chega, você reza para que nunca tenha fim,

Isso é férias.


O amor não é aquilo que entra na sua vida e muda tudo de lugar,

O nome disso é empregada nova.

 (...)"

terça-feira, 22 de maio de 2012

Faz-te à Pinta

deita a mão à tua!
faltam 3 dias

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Sotavento


quando avisto que te gosto, já vais longe.
                                                     cåbrå


hoje é

segunda-feira, bora lá ouvir uma musiquinha tuga

sábado, 19 de maio de 2012

Publicidade enganosa


Quem muito apregoa que tem, mais certo é nada possuir!
cåbrå





quarta-feira, 16 de maio de 2012

Pur@

ei-lo:

Puro, PUro, PUROOOO
do mais puro que há!


és um amor João obrigada

terça-feira, 15 de maio de 2012

Cara

o gostar e a emoção tem cara,
aqui, este resto é sonho,
é virtual sentimento irreal,
não passa de uma imagem criativa da mente
                                                                     cåbrå
 

segunda-feira, 14 de maio de 2012


profundamente óbvio

"Se você acha que ama duas pessoas ao mesmo tempo, escolha a segunda. Porque se você realmente amasse a primeira, não teria uma segunda opção."
Johnny Depp

sábado, 12 de maio de 2012

Quem teve Pinta!

ei-la, linda e viçosa, deliciosa e apetecível, 
ei-la, veja bem, como ela grita, 
ei-la, fala e agita, 
ei-la pinta,
ei-la


01

02

03

04


05


06

07

08

09

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20


21
22
23


Votação no lado direito,
escolhe a tua pinta, com muita pinta!


quinta-feira, 10 de maio de 2012

deZilusões

Ler, comentar blogues; conversas no chat; um dia enublado, dia seguinte de sol a raiar; bica na esplanada; um beijo assaltado; um sorriso amarelo; um olho gordo na passagem; troca de pensares; deitar às onze e adormecer à hora de levantar; trabalhar a sonhar e... fervilha dez, são 10 ilusões ou desilusões ou será mesmo constatações?
1. sei mais de ti do que tu pensas *ilusão o Santo diabinho
2. dar a 100% para sofrer a 200% *desilusão Sad eyes
3. da amizade nasce o amor do amor raramente nasce a amizade, quando acontece não é bem a mesma coisa.  *constatação BIANCA
4. procurar o amor finito, podendo encontrar o infinito * ilusão Shiver
5. equivoco. A vida está cheia deles *desilusão SILVESTRE
6. querer, é um verbo complexo *constatação my-skin-and-under 
7. muitas vezes existe fogo onde nunca se espera  *ilusão SinneR
8. a verdade, cada um levanta o véu da forma que lhe é mais confortável *desilusão foxos
9. às vezes a Vida engole-nos *constatação Stargazer
10. correndo para a frente, sem cair num berreiro *ilusão Oral


ilusão, desilusão ou será mesmo constatação?

quarta-feira, 9 de maio de 2012

e onde estão os Bi com BIc?


York

Ontem fui convidada para ir a NY, nem pensei, lancei-me logo num SYM !!!
E o moneY??? Preciso de vender o meu leytinho de c@bra para fazer queyjinho e acertar na resposta!
Alguém compra?

terça-feira, 8 de maio de 2012

sent(iu)ou-se

Entrou, despiu o longo casaco e sentou-se.
Ele escrevia na ficha, não desviou o olhar.
- Conte-me Bianca, o que a traz a este consultório, após anos de ausência?
- (silêncio)
- Verifico que não vem desde 2003...
- (silêncio)
- nove anos, portanto...
- Há nove anos que espero que me dispa e me foda, efectivamente e sem lirismo!
Finalmente elevou o olhar, observou, constatou-a assim, despida de tudo.
- (balbuciando), serei eu a consultar um psicólogo?

segunda-feira, 7 de maio de 2012

da minha boca,

da boca dela, nada é o que parece,

ela tem bocas no olhar e olhos que sabem embaçar,
tem olhos descorados, colados a outros que não sabem pronunciar,
mas ela tem bocas no olhar,
fala no balanço, no aceno, numas costas a arquear,
a boca dela é corpo a bailar é pés despidos a dançar,
tem olhos desconsolados, atados a outros que não sabem expressar,
mas ela tem lábios de olhar,
expõe no gesto de um cabelo a esvoaçar,
a boca dela chupa, lambe com língua a esgrimir,
tem boca que fala, num falo, de quem não quer falar,

ela em nada quer parecer,
em nada do que parece ser.
,

sábado, 5 de maio de 2012

quinta-feira, 3 de maio de 2012

aFogar o a.Fogo

Estava empolgado, alimentava mais uma vez os seus ideais românticos, envolvia-se com expectativa numa nova aventura, esta, cheirava-lhe a uma fantástica fantasia erótica.
Após os encontros com ela, perdia o seu sentido prático, andava assim por dias, alienado, tão prosaico a ele, tal como em minutos se esvaía em desinteresse ou mesmo renegação. A si se impunha esta condição, conduzia a vida como sendo sempre imperfeita ou parecia-lhe sempre imperfeita. Ainda assim, ele não se entregava a pessimismos, pelo contrário, com alguma leviandade jogava com a vida, proporcionava-se a delirantes estímulos, sentia um levitar constante sobre um sonho bem aparentado ao real. Neste molde, vitaminava o imaginário e hidratava a sua mente.
Por si só, era um traidor da sua existência mundana. Achava-se mais elevado, um prodígio, no fundo era mesmo mimado, não por alguém, mas sim por ele mesmo.
Nada lhe chegava para conhecer tudo e o tudo era muito pouco, somente as fantasias e o desejo momentâneo era  a sua única realidade.
Depois, sentado à secretaria do dia-a-dia, onde lhe exigiam rigor obrigação e compromisso, ele sorria, um sorriso oblíquo e acenava afirmativamente com a ajuda da sua exterior pessoa, fingindo entrega, dando-se à dura veracidade, à que tanto detestava. Assim era Raul. Quem era Raul...
Raul era fogo onde se afoga o amor. 

Raullllll - chama Inês baixinho – apaga o cigarro e vem sobrevoar o meu corpo, anda, está quente...

 

como nos gostámos...
dá lágrima silenciosa

o teu seXo não está em crise


quarta-feira, 2 de maio de 2012

Relembrar a PINTA

Não, não é o Paulo Cruz que conta, é mesmo a c@bra, tal como também não é  esta noite que se publica as pintas. Hoje relembro o passatempo/desafio que está em curso, tens pinta?