Este pêlo branco

Aqui, nesta montanha batem os primeiros matinais raios de sol e quando este desce e se apresenta o luar tem-se a sensação de que nada se apresentou diferente do que já foi, do que é ou que poderá vir a ser. Não espere nada, nem deslumbramento nem desilusão, não é essa a brancura que se pretende.
Anseie o nulo para que atinja o supremo início do tudo de novo.
Muito gosto,
Cabra Branca.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Sabor do esperma

“O gosto do esperma com leves diferenças raciais:

- Os Europeus, geralmente têm o esperma mais azedo;

- Africanos lembra levemente o mel;

- Asiáticos, sem gosto algum;

- Norte-americanos, lembra ketchup com vinagre

- Brasileiro, ah, este sim, é uma deliciosa salada universal, um gosto moreno de safadeza que desce rebolando, e logo após o esófago já deixou saudade.


Quem já o provou, relata que possui um sabor sui generis, quase insípido, levemente salgado. É composto dos espermatozóides, proteínas, frutose, vitaminas, sais minerais e outras substâncias menos importantes. É altamente nutritivo, embora sua pequena quantidade não seja suficiente para fazê-lo.

O sabor depende de pessoa para pessoa. Depende da alimentação do homem, de seu nível de stress, da proporção de gordura que ele tem no corpo, da idade, do tempo que ele está sem gozar, entre outros, pois é destes factores que depende a composição básica do esperma. Geralmente não tem gosto de nada, mas pode ser levemente doce. Se pensarmos no aspecto psicológico. Ligeiramente salgado, com um travo seco, tem sabor único e próprio. Não se parece com outra coisa. Às vezes, as primeiras gotas saem com um toque adocicado que logo se desfaz no sabor salgado e ácido. Não é gostoso, mas muito especial. O que vale é o gosto psicológico do prazer.” Por GMX

11 comentários:

  1. Coisa que muita gente não deve saber.

    ResponderEliminar
  2. Vontade de, Claro que sim, que deve de existir prazer no provar. Sem provar também não se avalia o gostar;-) Beijo

    Masquediabo, estamos a comentar no mesmo timing !!!! lol MAs que diabo!!!!! Obrigada por tão agradável visita.
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. "O que vale é o gosto psicológico do prazer.”
    É verdade. Há coisas que dão um prazer intrínseco e físico. Outras só dão prazer se forem psicologicamente associadas ao prazer intrínseco. E funciona melhor quando é inconsciente (pelo que há mulheres, e homens claro, que juram que o esperma é mesmo bom - isto é, intrinsecamente saboroso).

    Mas não é só com o esperma: passa-se o mesmo com o sabor da vagina e dos seus misteriosos sucos.

    ResponderEliminar
  4. Jaime Valente Piedade e tens toda a razão, que mais posso eu acrescentar???? Nada! Daí gostar de ti ;-)
    Beijo

    Rei Lagarto III;
    Realeza mas isso é uma curiosidade ou uma ordem Real?
    Se prefiro acre ou doce?
    Se sémen masculino ou suco vaginal feminino?
    Se psicológico ou fisiológico?
    Se de ti meu Rei ou de uma outra Rainha qualquer?
    Se a mim tanto faz ou tanto se me dá?
    etc e tal, o que eu prefiro é difícil tentares saber por aqui, e agora até me estou a fazer de difícil, porque mais Cabra Branca e fácil como sou , não te será grande a batalha meu Rei ;-)
    Beijo nas tua preferências.

    ResponderEliminar
  5. Estou com o Jaime. A última frase diz tudo!
    E o prazer... esse... venha ele sob que forma for :)

    ResponderEliminar
  6. Bom tema esse... eu já provei, é... O MEU MESMO!!!!

    Como? quando gozo na boca da parceira, por uma questão de cumplicidade, por vezes beijo ela.

    ResponderEliminar
  7. Não sei a que sabe, mas que sabe bem gozar na boca ou em qualquer lado, ai isso sabe!!
    Raposa

    ResponderEliminar
  8. O esperma e seu gosto, bem como quantidade, varia mesmo de pessoa para pessoa e alimentação. Mas sim, aqui, o psicológico fala muito mas mesmo muito alto.

    ResponderEliminar
  9. Eu sei que tinha para aqui um comentário espectacular qualquer para fazer, mas... ah, que se foda... o tema de conversa é esperma mesmo.

    ResponderEliminar